Cicloturismo em Urubici: o Melhor do Turismo Sobre Duas Rodas!

Que tal explorar a região fazendo cicloturismo em Urubici?

O cicloturismo é uma modalidade de turismo que utiliza a bicicleta como meio de transporte e de lazer.

Fazer cicloturismo em Urubici é uma aventura única que recomendo a todos. Aqui, você pedala por paisagens diversas, desde vales até montanhas como o Morro da Igreja.

Por isso, no artigo de hoje, vamos explorar tudo sobre o cicloturismo em Urubici, na Serra Catarinense.

Principais roteiros de cicloturismo em Urubici/SC

Circuito das Cachoeiras

Cascata do Avencal
Fonte: Alexandre V. Berri (Flickr)

Eu recomendo esse roteiro  para quem quer conhecer as belas cachoeiras da região, como a do Avencal, a do Salto Sete e a Véu de Noiva.

O percurso tem cerca de 40 km, com trechos de asfalto e estrada de terra, e um nível de dificuldade moderado. O circuito passa por paisagens rurais, matas e campos de altitude, e oferece pontos de parada para banho e piquenique.


✅ Informações úteis

Cascata do Avencal

Circuito dos Morros

Morro do Campestre
Fonte: Leandro Silveira (Flickr)

Eu indico esse roteiro para quem busca desafios e emoções, pois envolve subidas íngremes e descidas radicais pelos morros da região, como o Morro da Igreja, o Morro do Campestre e o Morro da Antena.

O percurso tem cerca de 50 km, com trechos de asfalto, estrada de terra e trilhas, e um nível de dificuldade alto.

O circuito proporciona vistas panorâmicas da cidade e dos vales, além de permitir a visita ao famoso mirante da Pedra Furada.


✅ Informações úteis

Morro da Igreja

Circuito das Araucárias

Serra Catarinense
Fonte: Antonio Carlos Bohnke (Flickr)

E se você quer apreciar a flora e a faunda durante seu passeio, eu recomendo o circuito das Araucárias.

O percurso tem cerca de 30 km, com trechos de estrada de terra e trilhas, e um nível de dificuldade baixo.

O circuito passa por áreas de preservação ambiental, como o Parque Nacional de São Joaquim e a Reserva Biológica do Corvo Branco, onde é possível observar diversas espécies de animais e plantas.


✅ Informações úteis

Parque Nacional São Joaquim

Preço do ingresso: Gratuito, porém precisa agendar

Dicas de como se preparar para conhecer Urubici de bicicleta

Bicicleta em Urubici
Fonte: Caminhos do Sertão Cicloturismo (Flickr)

O cicloturismo é uma forma de viajar que combina o prazer de pedalar com o contato com a natureza e a cultura local.

Urubici, na Serra Catarinense, é um destino ideal para os amantes dessa modalidade, pois oferece paisagens deslumbrantes, estradas tranquilas e boa infraestrutura.

Mas para aproveitar ao máximo essa experiência, é preciso se preparar bem.

Por isso, vou dar algumas dicas de como planejar sua viagem de cicloturismo em Urubici:

Leve os equipamentos de acordo com o tipo de terreno

Em Urubici, com seus trechos variados de asfalto, terra e cascalho, recomendo uma bicicleta adaptada a esses terrenos, com marchas, suspensão e pneus robustos.

Além disso, equipamentos de segurança são indispensáveis: use capacete, luvas e óculos. Esteja preparado para imprevistos levando uma câmara reserva e um kit de reparos.

E, para transportar seus itens, sugiro que leve alforjes ou uma mochila adequada.

Escolha roupas e itens adequados para pedalar

Sugiro que você se vista em camadas: inicie com peças leves e respiráveis e, por cima, adicione casacos à prova d’água e corta-vento.

Nas noites geladas, roupas térmicas, meias quentes, gorro e cachecol são indispensáveis. E, claro, nunca esqueça do protetor solar e do hidratante labial.

Cuide da alimentação

Pedalar por Urubici demanda energia! Assim como eu faço, recomendo que você se alimente bem. Leve consigo lanches como frutas secas, barras de cereais e sanduíches integrais.

E não se esqueça do chocolate para aquela energia rápida! Mantenha-se hidratado com bastante água e isotônicos. E, ao passar pela cidade, sugiro provar as delícias locais: o pinhão, a truta e, claro, o mel.

Reserve uma hospedagem com antecedência

Recomendo que, ao planejar sua viagem para Urubici, confira as várias opções de hospedagem disponíveis. Aqui, temos pousadas super charmosas e até campings ecológicos.

Sugiro reservar com antecedência, sobretudo se você vem na alta temporada. E uma dica valiosa para os amantes do cicloturismo em Urubici: certas hospedagens oferecem serviços como guarda-bike, lavanderia e traslado, facilitando sua experiência.

Defina o tipo de transporte

Se você não mora em Urubici, saiba que dá para chegar de ônibus ou carro, com linhas regulares partindo de Florianópolis, Lages e São Joaquim.

Agora, uma dica de moradora: se optar pelo carro, vá com cautela nas estradas da serra, pois a neblina e o gelo são comuns.

Ao chegar aqui, considere alugar uma bicicleta ou até mesmo contratar um serviço especializado em cicloturismo, que além de fornecer o equipamento, ainda te orienta no roteiro.

Não ignore a segurança

Pedalando por Urubici, você precisa estar atento. Existem trechos com muito tráfego, animais soltos e, em algumas partes, a sinalização deixa a desejar.

Além disso, dado o clima variável daqui, há o risco de hipotermia ou insolação. Minha recomendação? Sempre pedale em grupo, opte por roupas refletivas se for à noite, siga as leis de trânsito e sempre avise alguém sobre sua rota.

Se algo acontecer, você pode contar com o Corpo de Bombeiros ligando para 193 ou a Polícia Militar no 190. Fique seguro!

Preserve o meio ambiente

Como alguém que ama Urubici, vou dar uma dica valiosa: nossa natureza é o que nos torna tão especiais. Cachoeiras deslumbrantes, montanhas imponentes e animais que vivem tranquilamente por aqui.

Assim, peço que, ao desfrutar do cicloturismo em Urubici, você cuide desse patrimônio. Não deixe lixo pelo caminho, evite fazer fogueiras, e por favor, não acampe onde é proibido.

Alimentar os animais ou coletar algo da natureza também não é legal. E sempre respeite as regras dos lugares que visita, seja em parques ou propriedades particulares. Preservar é o nosso dever!

Jucinara Capistrano da Cunha
Jucinara Capistrano da Cunha

Podem me chamar de Juci! Uma advogada e empresária de 51 anos de idade, nascida em Bom Retiro, Santa Catarina. Vindo de uma família de pequenos agricultores, superei adversidades financeiras e decidi deixar a advocacia para trás, ao abrir uma pousada na encantadora cidade de Urubici. Minha maior realização é proporcionar alegria e conforto aos hóspedes, repaginando constantemente as acomodações para oferecer uma estadia cada vez melhor. Sou apaixonada por jardinagem, artesanato e viagens, e minha trajetória é marcada pela resiliência, gratidão e busca pela realização pessoal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A pousada mais bem avaliada em Urubici

Avaliações Google
4.6
+180 Reviews

Faça uma cotação de uma pousada localizada no centro de Urubici