Clima em Urubici em agosto: vale a pena? Como aproveitar?

Embora não tenha nenhum feriado nacional, e as férias escolares já tenham acabado, o fluxo de pessoas em Urubici em agosto ainda é grande. Por ser um destino de inverno, nessa estação muitas pessoas programam uma viagem para a região. Mas, como é o clima em Urubici em agosto? Será que vale a pena?

Confira a seguir todos os detalhes sobre o clima de Urubici em agosto e o que fazer para curtir o inverno na Serra Catarinense!

Como é o clima em Urubici em agosto?

O mês de agosto em Urubici é frio e seco. Durante o dia, as temperaturas variam entre 11 °C e 20 °C. Contudo, por causa dos ventos, a sensação térmica cai bastante. Além disso, durante a noite a temperatura fica em torno dos 3 °C e pode gear.

Em contrapartida, agosto é um dos meses que menos chove em Urubici. A precipitação média é de 120 mm, com previsão de chuva para 13 dias.

Por causa das massas de ar seco que passam pela Serra Catarinense, há mais dias de sol em Urubici em agosto. Por isso, esse é um bom mês para conhecer os mirantes da cidade.

Agosto ainda é o último mês de alta temporada em Urubici. Embora os principais pontos turísticos ainda estejam bem concorridos, o fluxo de visitantes tende a cair com o passar do mês.

Mesmo assim, não deixe de reservar os passeios e a hospedagem com antecedência.

O que fazer em Urubici/SC em agosto? Atrações para curtir o inverno na Serra Catarinense

O tempo frio e seco de Urubici em agosto é ótimo para fazer atividades ao ar livre, especialmente para fazer trilhas e conhecer mirantes.

Então, escolha suas roupas mais quentes e confira nossas dicas do que fazer no inverno na serra de Santa Catarina.

1. Morro do Campestre

O Morro do Campestre fica a 8 quilômetros de distância do centro da cidade de Urubici. Ele é formado por rochas de arenito que possuem grandes aberturas no centro, semelhante a Pedra Furada.

O acesso ao topo do Morro do Campestre é fácil. Quase toda a subida é pavimentada e o próximo ao mirante tem um estacionamento bem grande. Então, quase percurso pode ser feito de carro.

Depois de deixar o carro, você pode pegar diferentes trilhas para observar a Serra Catarinense do topo do Morro do Campestre. Você estará a quase 1.400 metros de altura e terá uma linda vista do Vale do Rio Canoas e das montanhas.

2. Trilha da Pedra Furada e Morro da Igreja

O Morro da Igreja e a Pedra Furada são um famoso cartão postal de Urubici. Quando o céu está limpo, do mirante dá para ver a Serra do Rio do Rastro, o Parque Parque Eólico do Bom Jardim e até o litoral.

Porém, como em agosto é alta temporada, pode ser difícil conseguir uma vaga no ICMBio para visitar o mirante.

Se você quiser mesmo conhecer esses pontos turísticos, você pode contratar um guia e fazer a trilha da Pedra Furada. Nesse percurso você poderá conhecer o mirante do Morro da Igreja e ver a famosa formação rochosa bem de perto.

A trilha da Pedra Furada tem cerca de 9 quilômetros de extensão (ida e volta), e uma variação de aproximadamente 200 metros de altura.

Por passar por trechos bastante acidentados e exigir certo esforço físico, essa trilha é classificada com nível de dificuldade moderado. Em média, os visitantes completam o trajeto em 5 horas.

Embora seja uma atividade menos concorrida, é melhor fazer uma reserva com antecedência.

3. Cânion Espraiado

O Cânion Espraiado fica entre as cidades de Urubici e Grão-Pará, em Santa Catarina. Ele possui cerca de 1.600 metros de altura e é um dos maiores cânions do Brasil.

No mirante do Cânion Espraiado é possível observar a Serra do Corvo Branco, a Pedra da Águia e outras belezas naturais do Parque Nacional de São Joaquim. Contudo, é preciso algum esforço físico.

Para chegar até o cume do Cânion Espraiado é necessário pegar uma subida de 12 quilômetros, antes de pegar as trilhas para os mirantes. Esse percurso pode ser feito com um veículo 4×4, com passeio a cavalo ou a pé.

Tudo depende do seu condicionamento e tempo disponível!

4. Cascata do Segredo

A Cascata do Segredo fica em uma propriedade particular a 9 quilômetros de distância do centro de Urubici. Como essa cachoeira ainda é pouco conhecida pelos turistas, ela é mais vazia do que os principais pontos turísticos da cidade.

Se quiser andar (e se molhar) menos, o ideal é fazer parte da trilha com um veículo 4×4, já que é preciso passar por dois riachos.

Também é possível fazer o percurso com carro de passeio, mas será preciso deixar o carro antes e andar um pouco mais.

Durante a trilha até a Cascata do Segredo, também passamos pela Cascata da Barra — outra linda queda d’água rente a um paredão.

Vale a pena ir a Urubici em agosto?

Sim, vale a pena ir a Urubici em agosto! Nesse mês o tempo está bom. Embora faça bastante frio, chove pouco. Então, você vai conseguir aproveitar bem as atrações da cidade, que são quase todas ao ar livre.

Quem gosta de passeios menos movimentados pode se incomodar com o grande fluxo de pessoas em Urubici em agosto, pois esse ainda é um mês de alta temporada.

Se esse for o seu caso, prefira conhecer atrações mais distantes ou de difícil acesso. Geralmente, esses pontos são mais vazios.

Além disso, quando mais perto do fim do mês, menor será o movimento na cidade de Urubici. Então, se possível, programe a viagem para a última semana de agosto. Assim, a cidade vai estar um pouco mais vazia.

Quer aproveitar ainda mais Urubici e região? Então, vale a pena se hospedar na Pousada Cabanas Xokleng, com café da manhã incluso e muitas outras comodidades.

Entre em contato hoje mesmo via WhatsApp ou e-mail e reserve seus quartos!

Aproveite e leia mais sobre Urubici em nosso blog.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com seus amigos nas redes sociais. Até a próxima!

FAQ

Como é o clima em Urubici em agosto?

O clima em Urubici em agosto é frio e com pouca chuva. A temperatura média varia entre 11 °C e 20 °C durante o dia. A noite a temperatura cai bastante, ficando em torno dos 3 °C. Em agosto também venta bastante em Urubici. Por isso, a sensação térmica em alguns pontos turísticos é mais baixa. É comum gear.

Jucinara Capistrano da Cunha
Jucinara Capistrano da Cunha

Podem me chamar de Juci! Uma advogada e empresária de 51 anos de idade, nascida em Bom Retiro, Santa Catarina. Vindo de uma família de pequenos agricultores, superei adversidades financeiras e decidi deixar a advocacia para trás, ao abrir uma pousada na encantadora cidade de Urubici. Minha maior realização é proporcionar alegria e conforto aos hóspedes, repaginando constantemente as acomodações para oferecer uma estadia cada vez melhor. Sou apaixonada por jardinagem, artesanato e viagens, e minha trajetória é marcada pela resiliência, gratidão e busca pela realização pessoal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A pousada mais bem avaliada em Urubici

Avaliações Google
4.5
+194 Reviews

Faça uma cotação de uma pousada localizada no centro de Urubici