Clima em Urubici em janeiro: vale a pena? Como aproveitar?

Normalmente, a Serra Catarinense é um destino de viagens no inverno. Mas se você quer conhecer a região e evitar o frio intenso, curtir o clima em Urubici em janeiro pode ser uma boa opção. Confira a seguir!

Como é o clima em Urubici em janeiro?

Em termos de clima, janeiro é um dos meses mais quentes e chuvosos na cidade de Urubici. A temperatura média varia entre 16 °C e 25 °C.

Porém, nas principais atrações a sensação térmica pode ser menor por causa do vento. Já a precipitação média em Urubici em janeiro é de 283 mm, ou seja, chove bastante — o que pode atrapalhar alguns passeios.

Apesar disso, janeiro é um bom mês para visitar Urubici. Como as temperaturas são mais altas, é mais agradável fazer trilha e visitar os principais pontos turísticos. Embora ainda seja necessário levar um agasalho para os passeios, não será preciso usar tantas roupas como no inverno.

Além disso, como Urubici é um destino de inverno, a cidade costuma estar mais vazia no verão. Então, você pode fazer os passeios com mais tranquilidade e até conseguir algumas promoções.

O que fazer em Urubici em janeiro? 6 atrações para conhecer na Serra Catarinense

Por ser um mês com pouco movimento e temperaturas mais altas, janeiro é um ótimo mês para visitar os pontos turísticos mais famosos de Urubici. Veja nossas dicas!

1. Morro da Igreja

O Morro da Igreja é considerado o lugar mais frio do Brasil. Todos os anos, no inverno, são registradas temperaturas negativas e neve.

Por outro lado, em janeiro, a sensação térmica no mirante não é tão congelante. Ainda pode ser necessário usar uma blusa de frio, mas nada muito pesado.

Do topo do Morro da Igreja, a mais de 1.800 metros de altura, temos uma vista privilegiada da Serra Catarinense e da Pedra Furada — um dos cartões postais da cidade.

Para os mais aventureiros, existe uma trilha que leva até a Pedra Furada. Ela tem 8 quilômetros de extensão e leva cerca de 5 horas para ser concluída.

2. Cascata Véu da Noiva

Ao lado da entrada para o Morro da Igreja fica o acesso para a Cachoeira Véu da Noiva, a Cachoeira dos Namorados e a Cachoeira Três Irmãs.

A Cascata Véu da Noiva, a mais famosa das três, tem uma queda d’água de um pouco mais de 60 metros de altura. O diferencial dela é que não há queda livre.

A água escorre por um paredão de basalto e, quando chove bastante, lembra um véu de noiva.

Um pouco mais à frente da Cachoeira Véu da Noiva, no Parque Morro da Igreja, você pode fazer tirolesa. No local há duas opções: uma para adultos e outra para crianças.

3. Morro do Campestre

Outra atração que merece uma visita em Urubici em janeiro é o Morro do Campestre.

Ele fica perto do centro da cidade, em uma propriedade particular chamada Fazenda Morro da Cruz, e é de fácil acesso — uma ótima alternativa para quem não quer fazer muito esforço físico.

O Morro do Campestre tem 1.380 metros de altura. Lá em cima há vários mirantes onde é possível ver formações rochosas de arenito, que parecem janelas, e o Vale do Rio Canoas.

Além disso, há uma trilha que leva a outra parte do morro, ainda mais alta.

Vale a pena lembrar que a sensação térmica no alto do Morro do Campestre é bem mais baixa por causa do vento. Então, não se esqueça de levar um agasalho!

4. Serra do Corvo Branco

A Serra do Corvo Branco faz parte da rodovia SC-370, na divisa de Urubici e Grão-Pará.

Essa estrada é famosa pelo trecho de suas curvas fechadas, de até 180º, e por abrigar o maior corte de rocha arenítica do Brasil, com 90 metros de altura.

Ao longo da Serra do Corvo Branco existem alguns mirantes ótimos para fotos. Além disso, logo antes do corte na rocha, há um parque chamado Altos do Corvo Branco.

Nesse porque você pode fazer algumas trilhas para mirantes que dão vista para o Morro da Igreja, o Vale do Rio Canoas e o litoral de Santa Catarina.

Contudo, se for visitar a Serra do Corvo Branco e o parque em Urubici em janeiro, vá em um dia de sol, pois a vista será melhor, e o trajeto, mais seguro.

5. Cascata do Avencal

A Cascata do Avencal é uma queda d’água de 100 metros de altura formada pelo Riacho do Funil.

No complexo turístico onde a cachoeira está localizada há quatro mirantes. O mais famoso é uma plataforma de vidro que avança 5 metros sobre o penhasco.

No parque, os turistas também podem fazer algumas atividades radicais, como Tirolesa sobre a Cascata do Avencal e salto em direção ao poço da cachoeira. Além disso, o complexo também oferece tiro ao alvo, passeios a cavalo e pedalinho.

Essa pode ser uma boa opção para os dias nublados em Urubici, SC.

6. Cânion Espraiado

O Cânion Espraiado é um dos maiores do Brasil, com 1.600 metros de altura na parte mais alta. Ele fica na divisa de Urubici e Grão-Pará e possui penhascos enormes e verticais, onde há várias quedas d’água.

O acesso ao Cânion Espraiado é feito de duas formas: fazendo trekking de dificuldade moderada ou passeio de 4×4. Também é possível chegar ao topo com carro pessoal, mas ele precisa ser forte para aguentar a subida e o terreno acidentado.

Vale a pena visitar Urubici (SC) em janeiro?

Sim, vale a pena visitar Urubici em janeiro. Apesar do tempo não ser dos melhores por causa do maior volume de chuvas, o clima em Urubici em janeiro, mais ameno, favorece conhecer os principais pontos turísticos da cidade com tranquilidade.

Inclusive, vale a pena aproveitar a viagem para Urubici para conhecer as atrações das cidades vizinhas, como Bom Jardim da Serra e São Joaquim.

Quer aproveitar ainda mais Urubici e região? Então, vale a pena se hospedar na Pousada Cabanas Xokleng, com café da manhã incluso e muitas outras comodidades.

Entre em contato hoje mesmo via WhatsApp ou e-mail e reserve seus quartos!

Aproveite e leia mais sobre Urubici em nosso blog.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com seus amigos nas redes sociais. Até a próxima!

FAQ

Como é o clima em Urubici em janeiro?

O clima de Urubici em janeiro em janeiro é agradável, mas chuvoso. As temperaturas médias variam entre 16 °C e 25 °C e a precipitação média é de 283 mm. Por causa do vento forte, é necessário levar agasalho para os passeios.

Jucinara Capistrano da Cunha
Jucinara Capistrano da Cunha

Podem me chamar de Juci! Uma advogada e empresária de 51 anos de idade, nascida em Bom Retiro, Santa Catarina. Vindo de uma família de pequenos agricultores, superei adversidades financeiras e decidi deixar a advocacia para trás, ao abrir uma pousada na encantadora cidade de Urubici. Minha maior realização é proporcionar alegria e conforto aos hóspedes, repaginando constantemente as acomodações para oferecer uma estadia cada vez melhor. Sou apaixonada por jardinagem, artesanato e viagens, e minha trajetória é marcada pela resiliência, gratidão e busca pela realização pessoal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A pousada mais bem avaliada em Urubici

Avaliações Google
4.6
+180 Reviews

Faça uma cotação de uma pousada localizada no centro de Urubici